Dados da Sociedade Brasileira de Diabetes revelam que mais de 12 milhões de brasileiros têm a doença. Para se ter uma ideia, isso representa um pouco mais de 5% de toda a população do Brasil. Com números tão elevados, é importante que se saiba mais informações a respeito do tratamento do diabetes.

Afinal, quando não controlada, a doença pode causar toda uma lista de consequências, incluindo perda de visão e infarto. Foi pensando nisso que a Clincare preparou este texto. O tratamento do diabetes pode ser bem delicado, e é comum que erros ocorram — coisa que nenhum de nós quer, certo?.

Se você ou alguém que você conhece sofre com a doença, as dicas abaixo serão valiosas. Continue a leitura e veja os 4 erros mais cometidos no tratamento do diabetes!

 

4 erros no tratamento do diabetes que devem ser evitados

 

1. Ver o açúcar como o único inimigo

Como o diabetes é caracterizado pelo excesso de açúcar no sangue — graças a uma resistência do corpo à insulina —, a maioria das pessoas automaticamente relaciona a doença ao consumo de açúcar e doces. Consequentemente, o pensamento comum é que basta cortá-los da dieta para amenizar o problema.

Mas não é bem por aí. Além de cortar o açúcar, o paciente ainda deve ter uma dieta equilibrada e com poucas calorias — com o objetivo do emagrecimento. A realização de atividades físicas e o uso de medicações para o funcionamento da insulina também são essenciais.

2. Considerar apenas a glicemia em jejum

Uma forma de controlar o diabetes é fazendo medições constantes da glicemia, isto é, do nível de glicose no sangue. Quem tem diabetes sabe: a medida em jejum é uma das formas de saber como estão esses níveis e controlar a doença. No entanto, você não deve considerar apenas a glicemia em jejum.

Isso porque ela pode estar ótima, mas ficar altíssima após as refeições. Ao não fazer essa medição, você pode estar pior do que imagina e o tratamento do diabetes pode ser muito prejudicado.

glicemia em jejum

3. Achar que os níveis de glicose estão bons porque não está sentindo nada

Quem lida com diabetes deve se atentar a um fato importantíssimo: na grande maioria dos casos, ela é uma doença silenciosa. Praticamente todos os pacientes apresentam poucos ou nenhum sintoma. Isso quer dizer que, mesmo não sentindo nada, pode ser que seus níveis de glicose não estejam tão bem assim.

Além de ter uma dieta balanceada e uma vida saudável de forma geral, outra forma de se cuidar é fazendo exames de rotina com certa frequência. Pelo menos uma vez por ano, realize um exame de sangue. Ele permite que você controle não apenas o diabetes, como diversas outras doenças.

 

4. Achar que o mesmo remédio sempre irá fazer efeito

Remédios para favorecer o funcionamento da insulina são comuns no tratamento do diabetes. No entanto, o diabetes tipo 2 (o mais comum, representando cerca de 90% dos casos) é uma doença progressiva, ou seja, continua crescendo com o tempo.

Caso o paciente não mude seu estilo de vida, é muito provável que o remédio deixe de fazer efeito com o tempo.

Diabetes é coisa séria! A Clincare conta com uma equipe de médicos de diferentes especialidades que podem ajudar no seu tratamento do diabetes. Está precisando de uma consulta? Entre em contato conosco hoje mesmo!

×

Powered by WhatsApp Chat

× AGENDE SUA CONSULTA