Tem tido sintomas como cansaço, desconforto intestinal e sensação de tristeza? Você pode estar com baixos níveis de serotonina. Conhecida como “hormônio da felicidade”, a serotonina é um neurotransmissor, atuando na comunicação entre as células nervosas. Quando ela está em baixa, os sintomas que citamos são comuns — o que faz com que seja importantíssimo saber como aumentar a serotonina.

Afinal de contas, quando os níveis estão dentro do normal, a serotonina ajuda a regular o apetite, o sono e até mesmo a temperatura do corpo. Não à toa, ela é descrita por diversos especialistas como um estabilizador de humor natural. Quando estamos com bastante serotonina no corpo, temos uma maior sensação de bem estar.

Mas como aumentar a serotonina? Você faz alguma ideia? Existem diversas medidas que ajudam a aumentar os níveis de serotonina, e neste texto a Clincare mostra quais são as principais.

Para aprender e passar a se sentir melhor consigo mesmo, continue a leitura abaixo!

 

Como aumentar a serotonina

 

1. Pegue sol diariamente

Você sabia que a produção de vitamina D está diretamente ligada à produção de serotonina? Isso porque o cérebro utiliza um aminoácido chamado triptofano para produzir serotonina — e a vitamina D ajuda a aumentar os níveis de triptofano. Com isso, mais vitamina D significa mais serotonina.

A boa notícia é que não é preciso muito para produzir vitamina D; basta ficar embaixo do sol. Para aumentar a produção desta vitamina pelo seu corpo, fique exposto ao sol por pelo menos 15 minutos por dia, preferencialmente nos momentos em que o sol não está tão quente.

pegar sol

2. Pratique exercícios físicos

Talvez esta seja a dica mais recomendada para aumentar a serotonina. A prática de atividades físicas é o fator mais conhecido para este caso, e isso não é à toa. Depois de alguns minutos fazendo exercícios já é possível notar os resultados.

Qualquer tipo de exercício ajuda na produção de serotonina, mas os aeróbicos são os que a fazem ser ainda maior. Sendo assim, recomenda-se corridas, natação ou até mesmo dança.

3. Regule sua alimentação

Ter bons hábitos de alimentação também ajuda o corpo a aumentar a serotonina. Isso porque o triptofano, aminoácido que citamos anteriormente, pode ser encontrado em diversos alimentos. Para estimular o corpo, recomenda-se que alimentos ricos em triptofano sejam consumidos com regularidade.

Alguns exemplos que você deve incluir na sua dieta são queijo, ovos, banana, abacate, salmão, nozes, castanhas, entre outros.

4. Faça atividades relaxantes

Se você não é muito fã de exercícios físicos (ou se simplesmente não tem como praticá-los), há outras atividades que podem substituí-los — ainda que o mais indicado seja aliar todas as dicas que trouxemos neste texto.

Atividades relaxantes também ajudam o corpo na proteção do neurotransmissor. Meditação, ioga e até mesmo massagens podem trazer um ótimo resultado.

E aí, aprendeu a aumentar a serotonina? Com essas dicas práticas e fáceis, você pode fazer com que sua rotina seja muito mais leve, tranquila e satisfatória. E lembre-se: a melhor maneira de estimular seu corpo é colocando todas elas em prática.

Caso tenha gostado do texto e queira receber mais conteúdo sobre saúde, é só seguir a Clincare no Instagram!

× AGENDE SUA CONSULTA